Colapso de edifício fabril provoca mais de 200 mortos no Bangladesh

O edifício Rana Plaza, que alberga escritórios e fábricas de vestuário em Daca (Bangladesh), ruiu ontem, na sequência do seu mau estado de conservação. Apesar do aviso das autoridades, que já tinham dado ordem de evacuação, devido às grandes fissuras nas paredes, os responsáveis pelas unidades de produção de vestuário mantiveram mais de 2000 trabalhadores a laborar. Até agora foram apurados 228 mortos, a somar aos 112 que, há 5 meses, foram vítimas de um incêndio numa fábrica de roupa.

AP

AP

Benetton, Wal-Mart ou Primark são apenas alguns nomes de multinacionais clientes das fábricas situadas em Rana Plaza. Contudo, têm assumido uma postura de distanciamento, revelando que já não colaboravam com as mesmas ou que não haviam efectuado nenhuma encomenda recentemente. Apenas a retalhista inglesa assumiu que recorria a uma daquelas unidades fabris.

Recordem-se que a RTRO chamou a atenção para o problema da Fast Fashion e do seu impacto económico, social e ambiental na edição #19.

RTRO #19 - Peguei, usei e meti-te no cesto - Ou O fenómeno da Fast Fashion - 1

Podem ler o artigo na íntegra na nossa edição disponível no Issuu, aqui.

Fonte

Por Margarida Cunha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s