Festas Sem Stress – Afinal, é só mais um Dezembro

Vocês conhecem a sensação: os amigos perguntam, já desde Novembro, onde é que vai ser o Réveillon; os altifalantes da cidade bombardeiam-vos com ideias para prendas e festas; as mascotes dos hipermercados saltam da TV para assombrar os vossos sonhos. Bem-vindos a um dos novos problemas dos países ricos: a pressão para gastarmos dinheiro e nos divertirmos nas festas.

can tree

Mas porque stressar nestas ocasiões – Natal e Ano Novo – é uma completa perversão do conceito – afinal, a ideia é descontrair – a RTRO deixa-vos sugestões para relaxarem e aproveitarem a época das festividades no interior das vossas casas/garagens/caves/quintas. Sem pretensões, sem tentativas de impressionar.

 FAÇAM UM BOLO

 Não importa qual, desde que tenha algum grau de complexidade – o suficiente para envolver umas 4 ou 5 pessoas, mas não a ponto de poder explodir a cozinha.

Alguns de vocês vão lembrar-se de receitas que viram na Fátima Lopes: outros da baba de camelo que a avó sabe fazer tão bem. Em qualquer dos casos, a conversa vai fluir naturalmente, à medida que alguns ovos colaterais se estatelam no chão.

tumblr_mve1gepMPa1s491pwo3_1280

E não abanem a cabeça perante a ideia de fazer um bolo: encomendar não tem piada e fica caro. E ser a vossa mãe/tia/avó a fazer é injusto, pois ela já cuida de vocês o ano todo. Mexam-se.

 ESCOLHAM A MÚSICA

 Isso inclui o Bangerz da Miley Cyrus. Deixem de ser puristas e tenham o ARTPOP, de Lady Gaga, à mão para quando os silêncios desconfortáveis se instalarem – porque vão instalar-se. Talvez queiram dar uma segunda (ou oitava) oportunidade a Britney e pôr o seu Britney Jean, que ela diz ser o seu álbum mais pessoal de sempre, a tocar. Já vejo olhos a revirar? OK, então passemos para Muse. Os vossos amigos hipsters vão dizer-vos que Muse já foram bons mas agora “venderam-se”. Não liguem e peguem no 2nd Law.

13-daft-punk_random_access_memories_surfcrew

Terminem o ano (ou comecem, dependendo da hora) de forma retro-tecnológica. Já têm o Random Access Memories, dos Daft Punk, na mão? Então façam favor. Os vossos horizontes e gosto musicais agradecem.

 CHAMEM AS MENINAS PARA EXPERIMENTAR ROUPA E MAQUILHAGEM

 Também podem chamar os meninos, mas eles por essa altura já estarão arranjados e a jogar GTA V, enquanto esperam por vocês.

necessaire

Esta dica dispensa grandes descrições: agarrem nos trapinhos que andam a visualizar mentalmente há 3 meses e submetam-nos aos juízos imparciais das vossas amigas. Elas que tragam a maquilhagem. É desta que usam batom vermelho.

 VISTAM-SE DE PAI NATAL

Poupem-me o “Mas ele não existe”. No universo de muitas crianças existe. Isso inclui os vossos irmãos mais novos e primos – se, como eu, não têm irmãos mais novos ou primos bebés, é porque estão a começar a ter sobrinhos e, lamento dizer-vos, estão a envelhecer.

santa

Se nunca pegaram num gorro vermelho, numa barba branca nem acrescentaram duas almofadas à vossa barriga, não conhecem a sensação de olhar para uma criança e ver no olhar dela surpresa e deleite. Experimentem só por uma vez. A doçura do momento vai purgar-vos de todo o sarcasmo e cinismo que disseminaram durante o ano.

 TIREM O PÓ AOS JOGOS DE TABULEIRO

 Se há época do ano em que a nostalgia volta é esta. E nada como juntar o pessoal para uma partida de um jogo de tabuleiro. Não pensem só em Monopólio. Peguem no vosso amigo geek (ou no/a vosso/a pretendente) e desafiem-no/a para uma partida de Master Mind. Se pretendem uma atmosfera mais misteriosa e com mais jogadores, apostem em Cluedo.

c32a70b5-8d1f-4469-b359-725dcc309971

Alguém vai dizer que não quer jogar “isso de tabuleiro”, para depois se agarrar à 3DS. Deixem-nos chegar ao checkpoint mais próximo e desliguem-lhes a consola.

PARTILHEM AS VOSSAS RESOLUÇÕES PARA 2014

ryan_gosling_05

 Aquelas que nunca na vida vão pôr em prática. Deixar de fumar/beber, ir ao Japão, emagrecer, raptar o Ryan Gosling… vale tudo. A ideia é ser realista mas também disparatar, por isso libertem-se. Lembrem-se que ninguém deve rir-se dos sonhos dos outros – o que para vocês é um projecto de vida pode ser para outros pode ser absurdo. Mas se isso vos ajuda a levantar de manhã, quem pode censurar-vos?

 old-tv

Quando tudo o resto falhar…

Liguem a TV, a caixinha democrática. No Natal, decerto encontrarão um filme acolhedor e para toda a família – sem ser o Sozinho em Casa. Não dá nada de jeito? Façam como aqui em casa e peguem em gravações antigas de família. Preparem-se para as gargalhadas e, sim, para alguns momentos de humilhação – aproveitam e ensinam aos vossos primos o que é uma cassete.

Na passagem de ano, passem rapidamente para os canais por cabo. Vão encontrar compilações com os principais acontecimentos do ano. Pela vossa saúde, não comecem o ano a ver reality shows.

Por Margarida Cunha, in RTRO #24, que pode ser lida integralmente aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s