A personalidade na palma da mão

mzl.ridfomvf

Ser curioso ou não ser curioso, eis a questão. Querer saber mais sobre a nossa personalidade sempre foi uma característica do ser humano. Ao conhecer-nos acabamos por adquirir ferramentas que nos permitem construir um melhor eu. Deixando de lado muitos estudos científicos ou psico-analíticos, vamos concentrar-nos numa técnica ancestral, a leitura da palma da mão. Cada vez mais a quiromancia encontra público interessado. Basta ver a fila que se faz nas diversas feiras medievais, romanas ou de outras épocas. Como é retratado em filmes, series ou livros, outrora todos os reinos possuíam um feiticeiro, homem ou mulher, que era considerado um adivinho ou mesmo um conselheiro.

Como é que eles detinham tanta sabedoria? Nada pode responder a esta questão. Contudo, a leitura enquanto técnica milenar baseia-se na avaliação de linhas, comprimento dos dedos e forma da mão para atribuir designadas características à pessoa. Se desconfia da base científica não desconfie que a curiosidade o vai fazer olhar para as mãos procurando enquadrá-las nas seguintes definições.

Em busca de um significado

Harry-Roseland-Palm-Reading-Undated-Sofa

Primeiro, a mão a ser lida depende do que se procura. A mão em menor uso (esquerda para os destros, por exemplo) chama-se por passiva e descreve as características herdadas e o potencial. Por sua vez, a mão mais usada será designada por mão activa e indica as mudanças que a pessoa fez à sua herança. Quando a palma da mão activa difere muito da mão passiva, a pessoa é considerada como alguém que investiu no seu desenvolvimento pessoal.

ca09e86cc3784b1cdafe748ded784c16

Relativamente ao corpo, se a mão é dita grande, a pessoa pensa mais do que age. Por outro lado, se a mão é pequena, a pessoa é mais impulsiva. Para se avaliar a forma da mão é preciso ter em conta o formato quadrado da palma (comprimento horizontal e vertical são aproximadamente o mesmo) por oposição a uma forma comprida e o comprimento dos dedos – dedos compridos quando o dedo do meio é igual ou superior a 3/4 da palma da mão e dedos pequenos quando é inferior. Assim, as diferentes formas se associam aos quatro elementos seguintes.

Ar: Forma quadrada, dedos compridos e linhas finas e definidas. Mãos de indivíduos intelectuais e sociais que procuram sempre estímulo intelectual, particularmente nas suas relações amorosas.

Terra: Forma quadrada, dedos pequenos e linhas marcadas e rectas. Mãos de pessoas práticas e com grande vitalidade, sempre conectadas à natureza que são uns amantes directos e de confiança.

Fogo: Forma comprida, dedos compridos e linhas múltiplas e salientes. Mãos de indivíduos que vivem para agir e correr riscos. No amor, são confiantes e gostam de liderar.

Água: Forma comprida, dedos pequenos e muitas linhas finas e pouco definidas. Mãos de pessoas criativas e emocionais que em termos amorosos são sensíveis e precisam de cuidar do outro.

Há ainda estudiosos que consideram a importância do polegar. Quanto mais flexível for, mais flexível é a pessoa. Se o polegar estreita na base, indica que a pessoa uso o tacto e a diplomacia para se relacionar com os outros. Polegares compridos indicam que essa pessoa é fiel a si e aos restantes.

Ler nas entrelinhas

palmadamao

No que toca às linhas da mão, a primeira leitura a ser feita é relativa ao número de linhas finas adicionais às linhas principais. Quanto mais numerosas, mais sensível e complexo é o indivíduo. No entanto, quanto menos existirem mais direto é. As linhas principais são três.

A Linha do Coração, linha superior horizontal que termina abaixo do indicador, indica o comportamento amoroso. Quanto mais próxima dos dedos, mais apaixonada e ciumenta é a pessoa. Uma linha que atravessa a mão indica alguém emocionalmente distante. Quando a linha se curva em direcção ao indicador traduz-se uma natureza justa e carinhosa nos relacionamentos. Cruzes e falhas sugerem períodos difíceis no amor.

A Linha da Cabeça, linha horizontal no meio da palma, diz-nos o tipo de inteligência que um possui. Quanto mais o inicio desta linha esteja próximo da Linha da Vida mais cuidadosa é a pessoa. Caso a distância entre as linhas seja grande mais aventureira e confiante é a sua natureza.

A Linha da Vida, linha curva que sobe da base até acima do polegar, em termos de relacionamentos fala daquilo que se está disposto a dar. Uma linha com grande curvatura revela uma natureza expansiva e generosa. Contudo, uma linha mais próxima do polegar apresenta-se num indivíduo menos dedicado.

A par das linhas da mão surgem os montes que estão associados aos planetas. A nível amoroso interessa falar do Monte de Vénus, que se situa ao lado do polegar entre a Linha da Vida. Um monte saliente indica gosto pelos prazeres da vida, sendo que quanto mais firme, maior é a natureza sexual da pessoa. Várias linhas horizontais proeminentes sugerem grande charme, enquanto muitas linhas finas quase em grelha indicam uma pessoa complexa no amor.

A leitura da palma da mão possui ainda mais linhas e outros traços em estudo. Caso a sua curiosidade esteja ainda desperta, procure um livro ou abrace a experiência de consultar um esotérico.

Por Luísa Silva, in RTRO #32, que pode ser lida na íntegra aqui.

rtro #32 capa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s